quarta-feira, 12 de maio de 2010

Lost: Across The Sea

Comentários do episódio 6x15 de Lost, exibido em 11/05 na TV americana.
*
*
Ninguém pode reclamar que Lost não traz respostas. Não mais. Se eles revelassem mais do que foi revelado no episódio dessa semana, Lost acabava hoje.
*
Se, na semana passada identificamos o Homem de Preto como sendo o grande vilão da trama, hoje vimos os motivos que ele teve para ser assim. Aprisionado desde sempre no lugar que ele odiava e sem ter nenhuma explicação para o fato de não poder sair, criado por uma mãe que lhe enganou a vida inteira (“Tive uma mãe louca.”, lembra da conversa dele com Kate?), dá pra entender perfeitamente como ele acabou agindo posteriormente. E uma coisa que muito me fascina em Lost é o fato de ninguém ser tão onipotente assim. Quem diria que o poderoso Jacob também um dia foi alguém com angústias e sofrimentos?
*
Gosto também da dubiedade dos personagens. Ninguém é simplesmente bom ou simplesmente ruim, como muitos insistentemente insistem em mensurar quando comentam Lost. Essa dicotomia bem/mal não se aplica à complexidade da série. Rotular os personagens desse modo é diminuir significativamente o propósito da série.
*
Tivemos a explicação da roda construída na estação Orquídea (lembra aquela que o Bem girou?). Tivemos a revelação de quem eram o Adão e Eva, os esqueletos encontrados por Jack e Kate na primeira temporada. Descobrimos como surgiu o monstro de fumaça. Se isso não é um episódio sensacional, não sei mais o que é.
Por: “LP”

Artigos Relacionados

0 comentários:

Postar um comentário

qual a sua opinião sobre esse assunto ? comente.

Séries no Youtube

Loading...