quarta-feira, 14 de abril de 2010

"Hell-O" : O Episódio de Retorno de Glee.


Glee sempre foi daquelas séries que você assiste descompromissado, sem se preocupar muito com detalhes, como todas as séries teen se propõem a fazer: uma diversão leve, entretenimento por entretenimento.
E apesar de patinar um pouco em alguns episódios aleatórios dessa primeira temporada (coisa que sempre acontece quando o episódio se preocupa menos com o campeonato do que deveria), esse retorno à TV americana com o episódio 1x14 (“Hell-O”) mostrou um amadurecimento na série, que vai desde a atuação dos atores ao próprio texto em si. Pela primeira vez na série, houve uma dosagem correta entre as histórias e emoções dos personagens e a preocupação com a disputa do campeonato, agora focado nos regionais, já que as seletivas já foram ganhas.
Enfim, a GRANDE ameaça que paira sobre os New Directions desde o episódio piloto da série foi personificada, trazendo o grupo Vocal Adrenaline com seu vocalista principal e sua treinadora bitch aos holofotes da série.
E Rachel, mais uma vez, se mostra o elo mais fraco da corrente do grupo Glee. Apesar de ser a melhor cantora do grupo, ela ainda pode botar tudo a perder. Por favor, acreditar em qualquer coisa que a Sue Sylvester diga depois de tudo o que ela fez para acabar com o coral é ser ingênuo demais, até para os padrões da Rachel.
E Finn, apático que só ele, mais uma vez passa 40 minutos apagado com cara de toco, para só no final tomar uma atitude, mas aí o trem já havia passado e a Rachel já tinha caído no papinho “super conveniente” do “super cafona” e “super clichê” Jesse St. James.
Não posso deixar de destacar como Jane Lynch rouba a série toda para ela toda vez que a sua impagável Sue Sylvester aparece. Ela cortando o cabelo do garoto em pleno pátio do colégio (coisa completamente inusitada, mas vamos relevar) e dormindo com o diretor foram de chorar de rir.
Agora, é só eu, ou toda vez que aparecia o casal Wil&Emma com esse papinho de “nossa música” vocês tinham vontade de passar de cena? Com tanta coisa legal acontecendo, os produtores tinham que gastar tempo com isso? Really?
Pra fechar, o grupo Vocal Adrenaline cantando “Highway to Hell” do AC/DC foi muito cool (tirando aquelas labaredas gigantes no palco, que pareciam coisa de episódio do Chapolin).

P.S.: Sonho com o dia em que Kurt e Mercedes tenham um pouco mais de destaque na série...

Por : “L.P”

Artigos Relacionados

9 comentários:

Betty Gaeta disse...

Nunca assisti. Talvez eu baixe para conferir se gosto ou não.
Bjkas

15 de abril de 2010 10:23
Fabiano disse...

A primeira vez que assisti GLEE foi zapeando pelos canais de tv fechada. Posso dizer que foi paixão a primeira vista. Desde aquele dia virei fã. Aguardo ansioso o lançamento em DVD para começar a minha coleção. Vale mto, mas mto a pena.

15 de abril de 2010 10:46
Tiago disse...

Eu numca assisti mas vou baixar pra ver se é realmente bom.
vlw

15 de abril de 2010 11:10
Group Serial Fillers disse...

existem séries melhores, mas no ramo musical, Glee é uma boa pedida Tiago. vale a pena conferir os sucessos e clássicos que eles cantam, sem contar a vilã Sue que é muito engraçada :3

15 de abril de 2010 11:19
Leo Moura disse...

Curti muito o post e concondo com tudo isso. Principalmente o melodrama do Will e da Ema. Mas, gostei muito do desfecho deles terminando. Ai sim ficou mais interessante. Quero mais destaque pra Mercedes e pro Kurt, mas principalmente pra Britany. Virei fã dela.
Curti o blog, vou acompanhar sempre.

15 de abril de 2010 13:15
Group Serial Fillers disse...

Valeu Leo, continua acompanhando (:

15 de abril de 2010 13:31
Paulinhah disse...

Axo que eles deviam criar algo novo em Glee para dar aquela up na série... pra mim essa história ta meio batida. Com ctza deviam dar mais destaque pra mercedes e pro kurt.
já a rachel, por favor ne, acho que ninguem e tao ingenua quanto ela, e olha que eu ate gosto dela na serie, mas acreditar na syl depois de td que ela fez e ainda naum fez pro grupo do coral é ponto culminante e mais sem noçao dela.

to adorando o blog...

17 de abril de 2010 11:15
Gabrielli Cardoso disse...

Concordo com tudo, principalmente com o papinho de nossa musica do casal mas chato da série!
Enfim, achei muito engraçado o seriado, e realmente bem dosado!
Mal posso esperar por "The Power of Madonna", que vai ao ar dia 20!!! ... Parabéns pelo blog!

18 de abril de 2010 05:04
Dezinho disse...

Eu realmente gostei do episodio..tb acho q a Mercedes e o Kurt deveriam ter mas "espaço". Visitem lá tb
www.the-big-box.blogspot.com

18 de abril de 2010 21:18

Postar um comentário

qual a sua opinião sobre esse assunto ? comente.

Séries no Youtube

Loading...